07/01/2022 às 10h41min - Atualizada em 07/01/2022 às 10h41min

Operação conjunta da Polícia Militar e Civil prende suspeitos de fazer famílias reféns e violentar adolescente em Itaguaçu

O crime foi na noite de segunda-feira (3) e as prisões aconteceram menos de 48 horas depois, no município de Itarana

Policiais da Delegacia de Itaguaçu e da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar prenderam uma dupla suspeita de invadir casas, fazer famílias reféns e violentar uma adolescente de 15 anos no distrito de Itaçu, zona rural do município.

O crime aconteceu na noite de segunda-feira (3). Segundo a polícia, a adolescente precisou ser encaminhada para um hospital após o assalto e a médica de plantão informou que ela foi vítima de abuso sexual.

As prisões aconteceram menos de 48 horas depois. A Polícia Civil informou que os suspeitos foram localizados no distrito de Itaraninha, na cidade de Itarana. 

"Há meses vínhamos investigando vários roubos cometidos na região de Itaguaçu, sempre com modus Operandi semelhante. Na última segunda-feira, houve um novo roubo, com o uso de violência ainda mais acentuada. Com apoio da Deic de Colatina, SESP e PM, iniciamos as diligências e logo identificamos o veículo usado pelos criminosos. De posse das informações, passamos a monitorar os suspeitos, chegando à prisão deles", relatou o titular da DP de Itaguaçu, delegado Renan Alves.

A polícia conseguiu imagens que mostravam o momento em que um veículo, com restrição de furto e roubo, entrava em Itaraninha sendo escoltado por outro veículo logo após um dos roubos. 

Diante disso, foi feito um levantamento da identidade dos suspeitos, sendo constatado que um deles possuía mandado de prisão em aberto. Diante disso, foi solicitado apoio da Polícia Militar e as equipes seguiram em conjunto para o para o local. 

Por volta das 18h, os dois suspeitos, de 21 e 27 anos, chegaram à residência e, ao receberem voz de abordagem, tentaram fugir. Um deles foi preso ainda na casa e o outro tentou correr, pulando muros da região, mas foi alcançado pelos militares. 

Um dos suspeitos estava com tornozeleira eletrônica

Durante buscas dentro da residência, foi encontrada uma arma de fogo calibre 32 com seis munições, que o suspeito de 21 anos assumiu pertencer a ele. No local ainda foi apreendida uma touca ninja e encontrados diversos materiais roubados pelos indivíduos, como celulares, carros e até carnes.

Os detidos foram identificados como Leones Paschoal de Oliveira, de 21 anos, e Daniel José de Oliveira, de 27 anos, e ambos são condenados pelo crime de roubo. 

Leones era evadido do sistema prisional e estava com mandado de prisão em aberto. Daniel cumpria pena por roubo, em prisão domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica. No momento do crime e no momento da prisão, ele estava com o equipamento de monitoramento.

“São indivíduos de alta periculosidade e contumazes na prática criminosa. Um deles foi identificado, sem nenhuma dúvida, pelas vítimas que compareceram à delegacia e nossas investigações indicam que eles estão envolvidos em outros crimes registrados na região de Itaguaçu. Quem identificar esses indivíduos como autores de outros crimes deve se dirigir à delegacia, pois essas informações são de extrema importância para que esses indivíduos permaneçam presos”, orientou o delegado.

Vítimas reconheceram arma e objetos recuperados

As vítimas que estiveram na Delegacia também reconheceram a arma apreendida com os suspeitos, além de vários objetos recuperados. 

Daniel foi autuado em flagrante pelo crime de roubo majorado por restrição de liberdade das vítimas, concurso de agentes e emprego de arma de fogo.

Leones responderá pelo crime de roubo com as mesmas majorantes, além de porte ilegal de arma de fogo e estupro qualificado.

Ambos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CPD) de Colatina, onde permanecem à disposição da Justiça.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Atendimento Rio Doce em Pauta
Portal Rio Doce em Pauta
Vídeos curiosos, veículos roubados, acidentes que afetam o trânsito, animais desaparecidos, pedidos de ajuda. Entre em contato com o Portal Rio Doce em Pauta e iremos divulgar e ajudar 😃